Planejamento Estratégico do TRE-RN

TRE-RN Logo Planejamento Estratégico Logo Plone

Gestão Estratégica

  • Plano Estratégico da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte 2016-2020 - PEJERN 2016-2020
  • Reuniões de Análise da Estratégia - RAEs 2016
RAE 01_2016 Apresentação Ata
RAE 02_2016 Apresentação Ata
RAE 03_2016 Apresentação Ata
RAE 04_2016 Apresentação Ata
  • Reuniões de Análise da Estratégia - RAEs 2017
RAE 01_2017 Apresentação Ata
  • Reuniões de Análise da Estratégia - RAEs 2018
RAE 01_2018 Apresentação Ata
RAE 02_2018
RAE 03_2018

Gestão de Processos

Escritório de Processos Organizacionais - EPO

Compete à Assessoria de Planejamento e Gestão Estratégica assessorar e prestar consultoria ao corpo diretivo do Tribunal relacionadas à otimização dos processos de trabalho, conforme dispõe o art. 10 do Regulamento da Secretaria do TRE/RN. Essa competência específica é exercida pelo Escritório de Processos Organizacionais – EPO.

 Instituído pela Portaria nº 387/2014 - GP, o Escritório de Processos Organizacionais – EPO tem como atribuições:

- desenvolver, disponibilizar, aplicar e manter atualizada a metodologia de gestão de processos da instituição;

- definir métodos, padrões e sistemas informatizados de gestão de processos;

- identificar e selecionar os processos organizacionais;

- analisar e priorizar as propostas de melhoria de processos;

- gerenciar o ciclo do processo, que compreende: a) modelagem; b) análise; c) proposição e implantação de melhorias; e d) registro e avaliação de resultados;

- assessorar as unidades da Secretaria do Tribunal e os Cartórios Eleitorais do Estado nos projetos de melhoria de processos aprovados da Alta Administração;

- disseminar o conhecimento e as melhores práticas de gestão de processos;

- gerenciar o repositório de informações relativas à gestão de processos;

- executar outras atividades relacionadas à matéria que sejam submetidas à Assessoria de Planejamento e Gestão Estratégica.

Metodologia de Gestão de Processos

Cadeia de Valor do TRE-RN

Arquitetura de Processos

Catálogo de Atividades

Processos Mapeados

  • Macroprocessos Finalísticos
  • Macroprocessos de Gerenciamento e Governança
  • Macroprocessos de Suporte
    • 10. Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação
      • 10.1. Gerenciamento de serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação

 

Gestão de Projetos

Escritório Corporativo de Projetos - ECP

Compete à Assessoria de Planejamento e Gestão Estratégica assessorar as atividades relacionadas ao gerenciamento de projetos estratégicos, conforme dispõe o art. 10 do Regulamento da Secretaria do TRE/RN. Essa competência específica é exercida pelo Escritório Corporativo de Projetos/ASPLAN.

Instituído pela Portaria nº 813/2010-GP, posteriormente revogada pela Portaria nº 142/2017-GP, o ECP tem como atribuições: 

I – divulgar e gerenciar o portifólio de projetos estratégicos do TRE/RN, monitorando o desempenho dos projetos em andamento;

II – manter atualizada a Metodologia de Gerenciamento de Projetos do TRE/RN;

III – zelar pela padronização da gestão de projetos, orientando quanto à utilização das ferramentas e operacionalização dos sistemas corporativos e softwares adotados;

IV – propor a atualização e regulamentação de normas relativas à gestão de projetos;

V – orientar na elaboração do plano de capacitação na área de projetos, visando a contribuir para o aumento da maturidade do TRE/RN em gestão de projetos;

VI – auxiliar em treinamentos relativos à Metodologia de Gerenciamento de Projetos;

VII – organizar e manter atualizado repositório de lições aprendidas e de melhores práticas de gerenciamento de projetos no TRE/RN;

VIII – promover a gestão do conhecimento em gerenciamento de projetos, mediante a disseminação de informações, pesquisas sobre inovações e benchmarking com instituições bem sucedidas na área de gestão de projetos;

IX – promover a melhoria contínua do processo de gerenciamento de projetos;

X – prestar apoio e assessoramento técnico na área de gestão de projetos.

A gestão de projetos  no âmbito do TRE/RN segue metodologia específica, baseada nas técnicas de gerenciamento do guia Project Management Body of Knowledge (PMBOK).

Os projetos são classificados como estratégicos, conforme os critérios de priorização definidos na metodologia: potencial estratégico, processo eleitoral, determinação legal, complexidade, abrangência de resultados, situação orçamentária, impacto por não fazer, custo envolvido e compromisso institucional.

O processo de gerenciamento compreende cinco fases, cada uma documentada através de formulários específicos:

           Fase            Documentação
Iniciação Termo de abertura do projeto (TAP)
Planejamento Plano geral do projeto (PP)
Execução Relatórios gerados por sistema específico
Controle  Solicitação de mudança do projeto (SMP)
Encerramento

Termo de encerramento do projeto (TEP)

Relatório de avaliação do projeto (RAP)

 

 

Metas do Conselho Nacional de Justiça - 2016

          1º Grau:     

Fev-Maio Junho Julho Agosto
Setembro  Outubro Novembro Dezembro

           2 Grau:

Abril Maio Junho Julho Agosto
Setembro  Outubro Novembro Dezembro

 

Metas do Conselho Nacional de Justiça - 2017

  • Metas 1 e 2
Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro Outubro Novembro

Dezembro

  •  Meta 3 - Meta específica da Justiça Eleitoral

       1º Grau:

Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro

        2º Grau:

Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro

 

Planejamentos anteriores

 

Ver também: