Carta do Coptrel Natal define proposições para Justiça Eleitoral. Confira!

A carta foi escrita com as proposições que surgiram a partir das deliberações dos presidentes dos TREs acerca de temas de interesse da Justiça Eleitoral

Carta do Coptrel Natal define proposições para Justiça Eleitoral. Confira!

Os presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais de todos os estados brasileiros se reuniram em Natal/RN no último fim de semana para participar do 77° Coptrel. Ao final do evento, como de costume a cada encontro do colégio de presidentes, uma carta foi escrita com as proposições que surgiram a partir das deliberações acerca de temas de interesse da Justiça Eleitoral.

Dentre os pontos destacados na carta, estão a regulamentação da utilização de aplicativos de mensagem instantânea; o incentivo à participação da mulher na política brasileira; a preocupação com a exclusão da lei de diretrizes orçamentárias destinada à aquisição de urnas eletrônicas; o estímulo à realização de estudos para viabilizar a supressão do comprovante do caderno de votação; e a otimização do sistema Elo. Confira na íntegra a “Carta de Natal”: clique aqui.

O 77º Coptrel, sediado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), foi uma edição bastante elogiada pelos participantes no que se refere à organização e às atrações. Durante os dias de evento, os presidentes, diretores-gerais e assessores de comunicação dos TREs participaram de reuniões e exposições marcadas pelas temáticas de inovação e sustentabilidade, sempre com foco as Eleições 2020. Na abertura, ocorreu a conferência do ministro do Tribunal Superior Eleitoral Tarcísio Vieira de Carvalho Neto sobre "Os desafios da Legislação Eleitoral".

Já o segundo dia de atividades contou com palestras dos ministros Marcelo Navarro Ribeiro Dantas (STJ) e Luiz Alberto Gurgel de Faria (STJ), que falaram, respectivamente, sobre “Desafios da efetividade da Jurisdição” e “Jurisdição e Inteligência Artificial”. Além disso, o jornalista Gaudêncio Torquato conduziu o painel “A Justiça Eleitoral na visão da imprensa”. O evento proporcionou ainda bastante troca de experiências entre os tribunais, que compartilharam as boas práticas e as iniciativas de sucesso de cada regional.
Um dos destaques do Coptrel foi a recepção de abertura feita aos convidados pela artista Fátima Régis, servidora aposentada do TRE-RN. 

Valendo-se da literatura de Cordel, Fátima Régis poetizou em 26 estrofes as características e peculiaridades de cada uma das Unidade da Federação, à exceção do Rio Grande do Norte, pelo fato de ser o Estado que recepcionou o evento.
Sensibilizados com a inusitada homenagem, magistrados e demais autoridades presentes elogiaram a cordelista, que também se destaca como atriz no cenário teatral potiguar.

Leia o cordel aqui.

Últimas notícias postadas

Recentes