Zonas eleitorais de Natal já utilizam PJe

As demais zonas do estado têm até o dia 24 de setembro para implantar o sistema.

Zonas eleitorais de Natal já utilizam PJe

A implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) já foi concluída nas zonas eleitorais da capital potiguar, conforme prazo estabelecido pela determinação do TSE. Desde a última terça-feira (20), todas as cinco zonas de Natal, obrigatoriamente, estão recebendo apenas processos judiciais que tenham sido abertos eletronicamente. Para isso, ao longo da etapa de implantação, os servidores que atuam nos cartórios eleitorais de Natal passaram por treinamentos a fim de tornar possível a adaptação ao sistema PJe.

A medida, que já vem sendo adotada por outros tribunais, traz diversos benefícios não só para a rotina de trabalho da Justiça Eleitoral, como também para a o meio ambiente com a redução do número de papéis que habitualmente eram utilizados nos processos físicos. “A expectativa dos servidores das zonas é bem positiva. Estamos dando um passo a frente em relação à tramitação processual. Temos muito a crescer, tanto na celeridade quanto na sustentabilidade. É maravilhoso darmos adeus a itens como papéis, carimbos, dentre outros que eram necessários nos processos físicos”, comentou a chefe da 3ª zona eleitoral, Márcia Clementino.

A ideia é que com a adesão ao PJe, a prestação jurisdicional no âmbito do 1º grau também se torne mais ágil, eficiente, econômica e sustentável. A Justiça Eleitoral já vem implantando gradualmente essa tecnologia desde 2015, começando pela tramitação de algumas classes processuais originárias do TSE. Aos poucos, o sistema passou a ser utilizado também pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) (na segunda instância). Para este ano, está sendo a vez da primeira instância. As zonas do interior do estado têm até o dia 24 de setembro para implantar o sistema.

Últimas notícias postadas

Recentes