Inauguradas mais duas usinas fotovoltaicas

Desta vez no Fórum Eleitoral de Pau dos Ferros e no Fórum Eleitoral de Assú

Já estão em funcionamento outras duas usinas fotovoltaicas construídas pela Justiça Eleitoral no Fórum Eleitoral de Pau dos Ferros e no Fórum Eleitoral de Assú.O presidente Glauber Rêgo visitou as duas usinas e deu por inauguradas na presença dos juízes eleitorais, da Diretora-Geral, Simone Mello e de um pequeno grupo de servidores que trabalha nos cartórios.

Aprovada em outubro de 2018, a implantação de usinas já mostra resultados, com geração de energia limpa e economia para os cofres públicos. A iniciativa estava inclusa no Plano de Gestão 2018-2020 do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, na gestão do desembargador Glauber Rêgo, estabelecido através da resolução nº 42/2018.

O projeto teve custo estimado de R$ 2.600.171,63. Os recursos foram viabilizados junto ao Tribunal Superior Eleitoral.

A iniciativa deve reduzir 47% dos gastos com energia elétrica do TRE-RN, o que significa, aproximadamente, R$ 500 mil em economia para os cofres públicos por ano. A juíza Suzana Dantas Correia, da 29a ZE, elogiou a iniciativa da gestão em se preocupar com a economia de recursos e com a preservação do meio ambiente."Um investimento que vai ao encontro de uma tendência mundial de priorização de políticas públicas voltadas para o meio ambiente.Temos que aproveitar esse sol presente em nossa região e desfrutar  dele", declarou.

A juíza Aline Daniele Belém  destacou que o investimento é sinônimo o de modernização." Teremos uma economia de dinheiro público aproximando a Justiça Eleitoral do futuro", disse.

O presidente Glauber Rêgo destacou que as usinas fotovoltaicas é um dos pilares do Plano Estratégico  Institucional tento como alicerce a promoção da sustentabilidade ambiental.

Sendo assim, o projeto da Justiça Eleitoral potiguar se relaciona à Resolução CNJ nº 201/2015, que elencou sugestões de práticas de sustentabilidade, racionalização e consumo consciente quanto à aquisição de materiais e à contratação de serviços. O TRE-RN também ratificou seu compromisso perante a sociedade evidenciando a adoção de práticas sustentáveis, alocação eficiente de recursos energéticos e preservação do meio ambiente, tudo conforme disposto na Política Nacional de Conservação e Uso Racional de Energia.

A usina do Cartório Eleitoral de Assú tem 54 módulos e 385W e inversor de 20 KW. A geração estimada é de 2.869,02 KWh/mês. Já em Pau dos Ferros, há  70 módulos solares de 380W e inversor de 27,5kW, com geração estimada em 3.591,00 kWh/mês.

Últimas notícias postadas

Recentes