Gestão por competências

A gestão por competências, modelo cada vez mais utilizado por instituições públicas e privadas para a promoção do desenvolvimento das pessoas dentro das organizações, possibilita a integração dos subsistemas de recursos humanos e pode trazer significativas contribuições aos resultados organizacionais.

A Resolução CNJ nº 240/2016, que institui a Política Nacional de Gestão de Pessoas do Judiciário, estabelece como uma de suas diretrizes desenvolver a gestão baseada na competência, entendida como um conjunto de saberes, conhecimentos, habilidades e atitudes correlacionados, que devem ser mobilizados para o atingimento dos resultados organizacionais.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, na busca pelo atingimento de suas metas institucionais, bem como primando pelo cumprimento dos normativos advindos do Conselho Nacional de Justiça, vem, desde o ano de 2014, implantando e incrementando o modelo de gestão por competências.

Com a implantação e consolidação da Gestão por Competências vários processos de trabalho da Gestão de Pessoas do TRE/RN foram subsidiados pelos dados gerados a partir da matriz de competência e dos indicadores de desempenho, como o processo seletivo para a ocupação de cargos em comissão e funções comissionadas, a avaliação de desempenho por competências, a elaboração dos planos de capacitação do Tribunal e a lotação de pessoal nas unidades administrativas

Em princípio, a instituição promoveu a capacitação de servidores em relação ao tema. A seguir, verificou-se a necessidade de contratação de consultoria especializada para a realização do mapeamento de competências do Tribunal. Em 2016, o TRE/RN colocou em prática o projeto-piloto de Gestão por Competências, em parceria com a UFRN, através do Departamento de Administração e mediado pela FUNPEC, com o intuito de promover o devido reconhecimento do seu capital intelectual. Por meio de convênio com a UFRN, através da FUNPEC, foram mapeadas as competências do TRE/RN.

A partir disso, e com a publicação da Resolução 240/2016-CNJ, a Administração da Casa, em atendimento ao disposto no referido normativo, criou dois comitês para acompanhamento do projeto de implantação, o primeiro de implantação com a participação de servidores representantes de todas as Unidades do Regional, inclusive dois representando as zonas eleitorais, capital e interior, e o segundo, comitê executivo, com os servidores responsáveis pela operacionalização da implantação.

Com as competências mapeadas, passamos para a próxima etapa da implantação da Gestão por Competências, qual seja, a construção dos indicadores de desempenho para que fosse possível a realização do primeiro ciclo de Avaliação de Desempenho por Competências.

Para tanto, foi firmado o Termo de Execução Descentralizada 01/2017 com a UFPA, através do Laboratório GESTCOM. Para que fosse cumprido o plano de trabalho descrito no TED supramencionado, foram encaminhados para análise a cadeia de valores do TRE/RN, o Mapa Estratégico e o Manual de Competências decorrente da Consultoria realizada com a UFRN.

Aliado a isso, foi feita uma sensibilização para todos os servidores da Casa, e realizadas oficinas com participação de representantes de todas as Unidades, bem como das Zonas Eleitorais da Capital e do Interior, onde foram identificados os indicadores de desempenho, bem como dado grau de importância às competências, culminando com a realização do primeiro ciclo de avaliação de desempenho, no período de 13 a 24 de novembro de 2017, por meio de sistema próprio, o GESTCOM.

Após a avaliação de desempenho por competências, passou-se à elaboração do Plano Anual de Capacitação e Desenvolvimento – PACD 2018, que se baseou nas lacunas evidenciadas no primeiro ciclo de avaliação de desempenho por competências.

Atualmente, as revisões do mapeamento de competências são conduzidas pelo servidores da Casa. As últimas oficinas foram realizadas em outubro de 2020 e será realizado o próximo ciclo de avaliação de desempenho ainda no ano de 2021.

 

 

RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO POR COMPETÊNCIAS DO TRE/RN - GESTCOM/UFPA - 2017

O relatório a seguir apresenta os dados relativos à Avaliação de Desempenho por Competências do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte. Os dados correspondem à Análise Documental, à Identificação e Avaliação dos Indicadores de Desempenho por Competências levantadas durante as oficinas realizadas pelo Laboratório de Gestão do Comportamento Organizacional - GESTCOM/UFPA na instituição.

O relatório deve ser compreendido como um conjunto de ferramentas úteis ao planejamento e decisão sobre os processos de gestão de pessoas no TRE/RN, inicialmente no que tange às necessidades de capacitação dos servidores e também pode contribuir com outros subsistemas de gestão de pessoas.

  •  Relatório Final de Avaliação de Desempenho por Competências do TRE/RN

 

RELATÓRIO MAPEAMENTO DE COMPETÊNCIAS - FUNPEC/RN - 2016

O relatório final de mapeamento das competências do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte – TRE/RN é resultado do trabalho dos pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e da FUNPEC. O projeto passou pelas etapas de planejamento e sensibilização, análise documental, mapeamento das competências necessárias e validação e divulgação dos resultados.

As oficinas de trabalho contaram com a participação da Diretoria Geral, secretaria, gabinetes, assessorias, coordenadorias, chefias de seções, servidores das áreas judiciárias, tecnologia da informação, gestão de pessoas, administração e orçamento e cartórios.

  •  Relatório de Mapeamento das Competências do TRE/RN- FUNPEC/UFRN