Plataforma de Business Intelligence da Auditoria Interna do TRE-RN já está disponível

A plataforma é um importante avanço na ampliação da transparência de informações institucionais

audi

A Secretaria de Tecnologia da Informação e Eleições (STIE) do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) disponibilizou, na última terça (06), a versão final da plataforma de Business Intelligence (BI) da Auditoria Interna (AUDI). Iniciado ainda em 2020, trata-se do primeiro projeto de BI disponível na internet, desenvolvido pela equipe de residentes de tecnologia da informação, com o apoio da equipe da AUDI, durante cerca de quatro meses de trabalho. O Portal BI da AUDI está disponível na página principal da Auditoria Interna (https://www.tre-rn.jus.br/o-tre/auditoria-interna/auditoria), e também por meio de link existente na página inicial do novo Portal da área (https://sites.google.com/tre-rn.jus.br/portal-da-auditoria-do-tre-rn).

Marcos Maia, titular da STIE, reforça que a Inteligência de Negócios (Business Intelligence, em inglês) refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte à gestão de negócios. É um conjunto de técnicas e ferramentas para auxiliar na transformação de dados brutos em informações significativas e úteis, a fim de analisar o negócio. “As tecnologias BI são capazes de suportar uma grande quantidade de dados desestruturados para ajudar a identificar, desenvolver e até mesmo criar oportunidades de estratégia de negócios. O objetivo do BI é permitir uma fácil interpretação do grande volume de dados. Identificando novas oportunidades e implementando uma estratégia efetiva baseada nos dados, também pode promover negócios com vantagem competitiva no mercado e estabilidade em longo prazo”, explica Marcos.

Para Osmar Fernandes, titular da Coordenadoria de Sistemas Corporativos, tecnologias BI fornecem a visão do histórico das operações de negócios, assim como a visão atual e as possíveis previsões. As funções habituais do BI são: relatórios, processos de análise online, análises, mineração de dados, processamento de eventos complexos, gerenciamento de desempenho dos negócios, benchmarking, mineração de texto, análises previsíveis e análises prescritivas. “O projeto entregue é um importante avanço na ampliação da transparência de informações institucionais, a partir do fortalecimento da parceria entre o TRE-RN e a UFRN, no tocante à Residência de TI”, disse Osmar.

Sanderson Lelis, responsável pela atual equipe de residentes de TI, aponta que “é muito gratificante trabalhar com equipes tão focadas na entrega de resultados, tanto a equipe técnica (residentes, servidores e estagiários), quanto a equipe da área negocial, além do total apoio dos gestores, pois sem esse engajamento de todos não seria possível concluir esse projeto com a qualidade e, principalmente, no prazo determinado. Há de ressaltar a inovação de trazer técnicas de DevOps (processo de desenvolvimento de solução que acelera a entrega do produto com qualidade, automatizando e integrando os esforços das equipes de desenvolvimento e infraestrutura) para esse projeto, o que será implantado nos demais projetos de ciências de dados do nosso Tribunal”, disse.

Para os residentes de TI que atuaram diretamente no projeto foi um trabalho bastante enriquecedor, além de ter sido o primeiro projeto entregue por essa turma de residência. Por ser o pioneiro, inúmeras dificuldades foram apresentadas, mas foram experiências muito engrandecedoras, que agregaram valor ao trabalho da equipe.

Segundo Paulinéa Araújo, titular da Unidade de Auditoria Interna, na condição de área demandante da solução tecnológica baseada em BI, a equipe da AUDI consolidou - em planilha do Excel - todas as informações referentes a processos de auditoria, de consultoria e de resultados de monitoramentos acerca do cumprimento de recomendações/determinações oriundas do Tribunal de Contas da União e do Conselho Nacional de Justiça direcionadas ao TRE-RN, assim como de recomendações e sugestões da própria Auditoria Interna, incluídas as respectivas situações, ao final do exercício 2020. Trata-se de projeto inovador e estruturante, inserido no Plano Anual da Auditoria Interna 2021, com o objetivo de aprimorar o controle e a transparência do cumprimento de recomendações e determinações, conforme o caso, dos órgãos de controle interno e externo. Assim como o novo Portal da Auditoria Interna (publicado no último dia 30 de março), este projeto gera valor interna e externamente, ao mesmo tempo em que contribui para o alcance dos objetivos organizacionais.

Ela ainda esclarece que, “em princípio, os painéis de visualização (Painel Analítico e Propostas Acolhidas) possibilitam filtrar dados e informações por unidade auditora (Seção de Avaliação da Gestão e Seção de Orientação da Governança), por unidade auditada (áreas diversas do TRE-RN), por ano (2018 a 2020), por situação (a monitorar, arquivada, cumprida, cumprida parcialmente, em planejamento ou não cumprida) e por assunto (objeto das avaliações realizadas ao longo dos últimos 3 anos). A disponibilização de dados sobre exercícios anteriores ocorrerá de forma gradativa, a partir dos lançamentos e rigorosa conferência das informações, pelas unidades auditoras, a fim de verificar a completude e consistência das informações apresentadas. Aproveita para agradecer aos servidores e estagiários da equipe da AUDI e da área de TI, pelas valorosas contribuições na construção e consolidação deste projeto", finaliza Paulinéa Araújo.

Últimas notícias postadas

Recentes